Passo a passo para um casamento perfeito e barato

15 maio Passo a passo para um casamento perfeito e barato

Hoje em dia, organizar um casamento pode sair bem caro. Segundo uma reportagem da revista Exame, um casamento custa, em média, 40 mil reais no Brasil e metade dos casais acaba gastando mais do que o planejado. Para que isso não aconteça com você, veja esse passo a passo para um casamento perfeito e barato.

Festas de Casamento no Espaço Lounge. Casa de Festas Club Lounge

Fonte: Club Lounge.

1. Defina um orçamento: e não extrapole. Definir um orçamento serve para manter as finanças em dia. O orçamento deve ser bem realista e os noivos devem estar de acordo com o valor. Além disso, qualquer item “extra”, que extrapole o orçamento, deve ser discutido entre o casal. Será que é realmente necessário gastar mais dinheiro para ter o item? Ou é possível abrir mão dele? Se for essencial, o que é supérfluo pode ser cortado para encaixar o novo item no orçamento?

2. Programe-se com antecedência: muitos casais começam a planejar o casamento um ano antes da data escolhida. Geralmente, esse tempo é suficiente. No entanto, quanto antes melhor. Programar-se com antecedência permite que o casal junte um pouco mais de dinheiro, tenha tempo para buscar fornecedores, comparar orçamentos e parcelar em mais vezes os itens escolhidos.

3. Escolha a data: ter uma data definida é importante, pois ela pode influenciar em algumas decisões e preços. Quanto mais próxima a data, mais caro podem ser alguns itens, principalmente os personalizados e feitos a mão, pois a pessoa que faz terá que dar prioridade a encomenda. Além disso, se a data estiver muito próxima, pode ser que o casal não consiga exatamente o que deseja, pois é muito difícil confeccionar um vestido de noiva sob medida de última hora ou importar flores, pro exemplo. Por isso é tão importante se programar.

Festas de Casamento no Espaço Lounge. Casa de Festas Club Lounge

Fonte: Club Lounge.

4. Compare o preço à vista e a prazo: comprar a prazo permite que as parcelas não pesem muito no orçamento. Por outro lado, pagamentos a vista podem oferecer bons descontos. Por isso, é essencial ver o que compensa mais.

5. Faça uma lista de convidados única: às vezes, é bem difícil conciliar a lista de convidados. No entanto, é essencial que o casal faça uma lista final de convidados única e a distribua bem, para que ninguém saia prejudicado. Uma lista de convidados bem definida é bem importante, pois geralmente o Buffet é pago por pessoa. Portanto, é essa lista que costuma definir o valor do Buffet, quanto será gasto em lembrancinhas, o tamanho do bolo de casamento, etc.

6. Pesquise preços: não aceite a primeira oferta. O ideal é que o casal defina tudo o que deseja no casamento e, em seguida, faça alguns orçamentos para poder compará-los. Observe minuciosamente o que cada fornecedor oferece e desconfie de valores muito abaixo do mercado, pois, às vezes, o barato sai caro e você não recebe o que pediu. Alguns fornecedores oferecem bons brindes, então também é preciso estar atento a isso.

Festas de Casamento no Espaço Pedra da Gávea. Casa de Festas Club Lounge

Fonte: Club Lounge.

7. Pesquise opiniões: quando o casal escolher um fornecedor é bom pesquisar algumas opiniões sobre ele antes de fechar o contrato. Busque por outras pessoas que contrataram esse profissional, veja se ele oferece contrato e se cumpre tudo o que prometeu. Também verifique se o fornecedor já deixou alguém na mão e por que isso aconteceu. E lembre-se sempre que, se ele furou com alguém, pode furar com você também.

8. Defina o local do evento: muitas casas de festas oferecem serviços completos com valores bastante competitivos. Outras conseguem ótimos descontos devido a longas parcerias com determinados fornecedores. Portanto, vale a pena pesquisar e fazer uma comparação de preços. Além disso, centralizar tudo num único fornecedor pode diminuir bastante o estresse do planejamento do casamento.

9. Disponha-se a fazer algumas coisas: itens DIY estão muito na moda e podem ser confeccionados à mão em casa pelos casais. É um charme oferecer uma lembrancinha feita à mão, por exemplo. Portanto, quem tem tempo, habilidades manuais e um orçamento apertado pode se arriscar a fazer algo para o próprio casamento.

Espaço Pedra da Gávea, Casa de Festa Club Lounge

Fonte: Club Lounge.

10. Faça o RSVP: “Répondez S’il Vous Plait” ou “responda por favor” é uma boa forma de saber exatamente quantas pessoas vão ao casamento. Pedir que os convidados confirmem presença no evento ajuda a calcular melhor os gastos do buffet, oferecendo a possibilidade de uma pequena economia para os noivos. Assim, esse dinheiro pode ser investido em outros itens, como a lua de mel dos noivos.